domingo, 21 de junho de 2009

BAGAGEM



De tudo leva – se um pouco.
Um pouco de coragem
Um pouco de sorriso
Um pouco de maldade
Um pouco de vida
E, também, um pouco de morte.
De tudo leva – se um pouco
De tudo perde – se um pouco
De tudo mas de tudo mesmo
Ganha – se um pouco.
Um pouco de porrada
Um pouco de pancada
Um pouco de glória
Um pouco de fundo do poço.
Um pouco de bebida
Um pouco de ressaca
Um pouco de carinho
Um pouco de desprezo.
Um pouco de alma livre
Um pouco de presidio.
Um pouco de amigos
Um pouco de inimigos.
Leva – se um pouco
De tudo que se vive.
Um pouco de vontade
Um pouco de desanimo.
Leva – se de tudo um pouco
De tudo. De tudo mesmo.
Um pouco de atitude
Um pouco de recuo.
Um pouco de peito aberto
Um pouco de escudo.
Um pouco de limites
Um pouco de sem fronteiras.
Um pouco de tristezas
Um pouco de alegrias.
Um pouco de delicias
Um pouco de amarguras.
Um pouco de beleza
Um pouco de horrível.
De tudo leva – se um pouco
De tudo
Carrega – se um pouco.


A mala cheia
Carrega de tudo um pouco
Um pouco de saudades
E um pouco de futuro.
De tudo um pouco.
Na mala pesada
Cheia
Bem cheia
De tudo um pouco.
06/04/2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário